22 de ago de 2010

Cecília Meireles




"
De longe te hei de amar- da tranquila distância em que o amor é saudade e o desejo, constância."

Nenhum comentário:

Postar um comentário