8 de set de 2011

Um milagre Quatro por um


Um milagre, eu precisava de um milagre
Quando os homens não puderam me atender
Um milagre, eu precisava de um milagre
Quando tudo parecia escuridão
E quanto mais eu precisei
A tua mão me alcançou
E o milagre eu vi você fazendo em mim
Os meus olhos se abriram
Pouca gente acreditou
Mas a tua poderosa mão
A tua poderosa mão
Refrão
Eu vou contar pra todo mundo
O que Deus fez por mim
Eu vou contar as maravilhas de Deus
Deus restaurou a minha vida
Me deu uma voz
Para minha geração
Um milagre

5 de set de 2011

Resumo prático da vida acadêmica

Bolsista de Iniciação Científica
Escuta MPB. São os primeiros passos na vida científica. A vida é maravilhosa.


























Bolsista de Mestrado

Escuta música POP. Está completamente empolgado com o que faz e quer ser o melhor na sua área. 


























Bolsista de Doutorado
Escuta Heavy Metal, de preferência alguma banda nova que pareça ser dos anos 70. O dia começa às 8 da manhã e só acaba às 10 da noite. Aumento de peso por causa do estresse. Nada dá certo e ainda tem que lidar com resumos para congressos, relatórios, disciplinas, paper para escrever, e ficar esperto com os concursos...
Escuta Música Clássica ou Jazz. Percebeu que não pode salvar o mundo, mas isso não lhe importa, porque ainda assim continuam pagando um salário e uma bolsa a ele, que ainda se livrou, por alguns meses, do cotidiano de trabalho e das intermináveis reuniões, que sempre formam alguma comissão pra (fingir) resolver um grande problema, no departamento, na graduação ou na pós. 
E os papers? Se sair algum, beleza, se não, tudo bem. Sempre existe a oportunidade para encaixar alguma revisão de literatura. O relatório ao final da licença é o que dá menos trabalho...


Professor Doutor
Escuta qualquer música que o acalme. O senso de humor mudou totalmente daqueles dias de iniciação. 
Dores de cabeça são mais frequentes e começa a esquecer as coisas que foram faladas. 
Vive à base da cafeína ou da fluoxetina e seus sucessores mais moderninhos. O melhor (?!) é que ninguém pode o criticar, pois é expert em sua área.
Divide o tempo entre o trabalho, o trabalho e o trabalho, contando os dias para se livrar da rotina da universidade e poder, finalmente, ler aquilo que gosta e escrever o que quiser.