3 de jan de 2013

O que você deseja para 2013? Reflexão sobre o Amor de Deus e o amor ao próximo Parte I

O que você deseja para 2013? Para mais um ano que se inicia? 

Textos para reflexão: 

Mateus 22:36-40 - “Mestre, qual é o grande mandamento na lei?E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas.”

Mateus 5:43-48 - “Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos. Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim? Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.” 

O que você deseja em 2013? 
Muitos estão em busca de cura, libertação, perdão, quantos outros não buscam ser mais ricos, ter carros, casas, riquezas, ou ter mais saúde... e é exatamente nesse contexto da busca por se saciar desejo que trataremos de algo por demais excelente: o amor verdadeiro, o amor de Deus e a revelação desse amor aos outros como maior desejo de nossos corações.

Falamos em festas natalinas como sinônimo de fartura, presentes, entretanto o Natal, o verdadeiro Natal foi a evidência ímpar do grandioso e incomparável amor de Deus para conosco, pois o mundo que jazia em trevas foi arrebatado por tamanha graça ao vir ao mundo Jesus, o Emanuel, o Deus conosco, a luz do mundo, o verbo-o logos de Deus, a Palavra revelada para a salvação dos que creem, e falar do amor de Deus é falar de algo que não pode ser descrito por palavras, pois é um amor único, incompreensível no aspecto humano do pensar, amor não ao acaso ou por acidente, não por nossos méritos, não por circunstâncias, amor sem preconceito, amor sacrificial, através de seu Filho Jesus, que é a expressão exata de seu ser como está escrito em Hebreus 1:3-4:" Ele que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, depois de ter feito a purificação dos pecados assentou-se à direita da Majestade nas alturas, tendo-se tornado tão superior aos anjos herdou mais excelente nome do que eles.", Ele a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo à uma morte de cruz, de tal forma Deus o exaltou e lhe deu um nome que está acima de todo nome, de toda autoridade, para que diante dele se dobre todo joelho e toda língua o confesse como Cristo para a glória de Deus Pai (Filipenses 2: 8-11), pois não há salvalção em nenhum outro nome, pois ele triunfou na cruz e cancelou o escrito da dívida que nos era imposta por nossos pecados, sendo pendurado numa cruz, símbolo de maldição, encravou nossos pecados triunfando naquela cruz (Colossensses 2:14-15)

E diante deste tão grande amor revelado em Jesus,

Porque devemos amar?

CONTINUA NO PRÓXIMO POST 

Nenhum comentário:

Postar um comentário