3 de jan de 2013

O que você deseja para 2013? Reflexão sobre o Amor de Deus e o amor ao próximo Parte III


Continuação Parte III- Raquel Bezerra
Porque devemos amar?

2.SOMOS DEVEDORES DESSE AMOR

I João 3:16-18- “Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e nós devemos dar a vida pelos irmãos. Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitando, lhe fechar o seu coração, como permanece nele o amor de Deus? Filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obras e em verdade.”  

Amor como dívida, que não podemos pagar, amor que não consiste em palavras, mas de atitudes práticas e o que fazemos? Agimos de forma oposta, infelizmente; Os fariseus na época de Jesus preferiam cumprir rigidamente a lei mosaica do que se importar ou ter compaixão pelo outro, como no fato do dia de sábado que Jesus foi criticado por curar um homem da mão ressequida e se achavam superiores, oravam em praça pública para serem visualizados pelos homens.

Quem é o meu próximo? Mateus 22:34-40


Mateus 22:36-40 - “Mestre, qual é o grande mandamento na lei?E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas.”

Nosso amor a Deus é provado pelo nosso amor ao próximo e esse amor ao próximo é inspirado pelo nosso amor a Deus. 


Raquel Bezerra

CONTINUA NO PRÓXIMO POST

Nenhum comentário:

Postar um comentário